terça-feira, 22 de maio de 2012





Outra vez me pego na contradição de criticar os outros e esquecer-se de minhas próprias atitudes. 

Fiquei irritado porque uma pessoa me convida toda hora para participar da fazenda virtual do facebook. Quis até desconectá-la, mas vi que isso é uma besteira. Deixa ela me convidar toda hora. Não está me fazendo mal.

E eu que toda hora divulgo meus vídeos, também muitas pessoas me acham chatíssimo. Por que eu posso e ela não? Por que sou tão conveniente comigo mesmo e um julgador implacável em relação ao outro?

Pois é... o ser humano é tão falho, impulsivo e contraditório. Quando ouço na racionalidade do bicho homem, acho graça. Não somos só movidos pela razão e sim por impulsos irracionais. Somos selvagens. 

Enfim, procurarei não mais julgar os outros e olhar para meu próprio rabo. Inclusive não me importar com os convites para fazenda virtual. 

Aliás, criam-se gados virtuais na fazenda virtual?