domingo, 3 de setembro de 2017

Passeio ao Farol de Virginia Woolf



O que dizer sobre o livro? Não quero enganar a mim mesmo, copiando e adaptando com minhas palavras resumos sobre o romance encontrados na internet. Confesso, que já fiz isso várias vezes, sou um farsante... Mas, só me engano.

Nesse livro como em As ondas( da mesma autora), a narrativa revela as várias camadas dos personagens, por isso, aproxima-se da realidade. Diferentes vozes e pensamentos profundos ecoam pelas páginas, expondo como as pessoas são muito mais do que aparentam. 

Nos dois romances não há descrição dos personagens, pelo contrário, por meio de monólogos interiores, faz-se uma viagem nos pensamentos e devaneios mais densos de cada um. 

Apesar da minha falta de cultura e ficar à deriva no romance, o que gostei de ler Ao Farol foi sair da zona de conforto e encarar meus pensamentos mais profundos. 

 Nada é tão simples como parece. Sempre há tormentas e abismos em uma paisagem aparentemente tranquila.