segunda-feira, 1 de maio de 2017

Estou com medo

Sou ignorante, mas, como o face é meu, posso me manifestar. Quem não gostar, achar que é muita burrice, deleta-me ou me bloqueia. Amo quando isso acontece. Bem, não sou contra reformas, mas, tenho medo de reformas que são feitas por uma elite que está cagando para o pobre. Não confio nessas pessoas que estão lá em Brasília, que como todos sabem estão sujas até a alma no mar de lama da corrupção, que a Operação Lava Jato mostra por aí.

 Não sou de esquerda e nem sei em quem votar. Não consigo enxergar uma luz no final do túnel​. Pois, não há uma liderança forte. De um lado há uma direita que só quer poder, uma esquerda que se deslumbrou com os jogos de interesses e outra esquerda idealista que acha que vai governar sem fazer alianças, logo, não governará, pobre inocente.

E o pior que tem pessoas que compram a ideia de que os EUA é o melhor modelo a ser seguido. Lá, não há tantos benefícios para o povo, mas, o salário é alto. Um indivíduo pode viver melhor com um salário mínimo que aqui.

Entretanto, se não tiver um seguro-saúde será expulso do hospital e nem conseguirá ficar no corredor de um hospital público, como os pobres daqui. 

Não acredito num Estado Neoliberal, onde se incute a ideia de que você não está bem, a culpa é sua. Acho desumano. Agora, não se pode culpar os outros e o país por seus fracassos, porém, o Estado precisa visar o bem coletivo da população. 
Administração pública é diferente da Administração Privada.

Enfim, estou com medo. Não sou empreendedor, não sou rico e nem tenho um trabalho especializado. A tendência de me foder é bem grande.