domingo, 7 de dezembro de 2014

Porque gostei de Frozen - Uma Aventura Congelante


Gostei, pois fala que o amor não tem forma e que está em todo lugar. O amor romântico é colocado um pouco de lada, para mostra o amor fraterno das duas irmãs princesas, diferente dos outros desenhos antigos da Disney que sempre sobrepõe o amor entra um casal.

Na vida, a gente precisa estar bem com todo mundo, não adiante só valorizar o amor romântico e achar que outro suprirá todas suas necessidades.

Também, o filme argumenta sobre o autocontrole e como o amor pode ajudar para manter o equilíbrio. Esse é o conhecimento que Elsa teve que aprender com ajuda de sua irmã.

A história teve uma mudança de foco, mostrando como a sociedade está se transformando. Frozen abordou questões sobre a identidade, ao longo do filme Elza precisa se encontrar e achar seu lugar no mundo e ela precisa se controlar para não destruir o que está ao seu redor. Precisa-se se autoconhecer, essa parte do desenho é legal porque mostra que a gente precisa se conhecer e se controlar, assim não se prejudica ninguém e de quebra conquistamos a compreensão de si mesmo.

Inclusive, evidencia que o amor tem diferentes formas como, por exemplo, o fraternal, paternal, maternal entre outros.


Por isso, façam uma leitura crítica com seus filhos sobre o desenho. É bem bacana usar as histórias infantis para assimilação sobre valores éticos. Educar não é só dar coisas, mas dar bons exemplos.