segunda-feira, 17 de novembro de 2014

PRECISEI DIZER


Imagem encontrada no google


"Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar de opinião, porque não me envergonho de raciocinar e aprender."Autor - Herculano, Alexandre


Não sou veiculado a nenhum partido. Votei na Dilma porque, mesmo com os problemas, tanto o governo Lula como o dela fez o país melhorar um pouco na educação e na ajuda aos pobres, como a bolsa família. Hoje, está mais fácil de ingressar na faculdade pelo fies e com outros mecanismos. Por isso, dei crédito e mesmo que esteja equivocado, fiz o que considerei ser certo.

Agora, os casos de corrupção na Petrobrás, concordo que precisam ser investigado e se a presidente sabia de tudo, terá que ser punida como todos os envolvidos. Entretanto, quero ver provas consistentes.

Não serei contra a reconstrução política, a qual visa à ética reflexiva tanto dos políticos como de nós, os cidadãos. Principalmente, não ficaremos à espera de um salvador e sim lutaremos para construir um Brasil melhor. Ter o hábito de fiscalizar nossos representantes e buscar sermos honestos no nosso cotidiano também. Cortar literalmente as cordas que nos prendem ao SISTEMA CORPORATIVISTA e caminhar por conta própria. Tem uma citação de Mark Twain que diz: "A gente não se liberta de um hábito atirando-o pela janela: é preciso fazê-lo descer a escada, degrau por degrau.". Portanto, deve-se procurar ser ético todos os dias, até se tornar um hábito enraizado.

Esse  “mar de lama” divulgado se observar bem não é ruim, pelo contrário, mostra que a polícia federal, o ministério público, a imprensa e justiça estão independentes para investigar o que precisa ser averiguado. Na época da Ditadura ninguém sabia de irregularidades porque havia a censura e a perseguição de quem era contra ao governo ditatorial. Vejamos um pouco a História do Brasil para mostrar como estamos caminhando com toda a certeza. Sei que não é o ideal, porém mudar as estruturas demora muito.

Não torço por ninguém e por nenhum partido, mas pela Democracia e por nós, o povo brasileiro. Que venha a purificação e a justiça.  Vamos “renascer das cinzas”, porque a vida não é só de vitórias. As perdas mesmo as mais doloridas podem nos tornar mais fortes. Como na citação, que coloquei no início da crônica, veste muito bem o que sinto. Não terei medo de errar, pois a cada tropeço me levanto, transformando-me forte para seguir em frente.

Enfim, precisei escrever minhas impressões. Aceito críticas construtivas e argumentos plausíveis. Estou aberto a outros olhares sempre. Vamos tornar as redes sociais um espaço respeitoso para discussões que poderão proporcionar o amadurecimento da Democracia Brasileira, deixando a baixaria e o fanatismo militante de lado.