sábado, 12 de abril de 2014

SOU DA ÉPOCA



Quando a linha telefônica era um patrimônio e deixado até como herança.

Em que os desenhos animados tinham, no final, uma moral da história.

Vivi a saga das apresentadoras loiras.

Assisti Barrados no Baile na adolescência.

Já paguei multa na locadora por não rebobinar a fita cassete.

Adorava conversar sobre filmes com o pessoal na locadora do bairro.



Caramba... O tempo corre...