sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Nelson Mandela

Imagem encontrada no google

"Lutei contra a dominação branca, e lutei contra a dominação negra. Cultivei ideal de uma sociedade democrática e livre, na qual todas as pessoas vivem juntas em harmonia e com oportunidades iguais. É um ideal que espero viver para alcançar."




Foi um grande pensador, porque ele usou a "educação branca", principalmente os ideais de liberdade que vinham desde a revolução francesa, e mesclou com o conhecimento local das aldeias africanas.

Ele entre muitos fizeram isso para construir a identidade do povo negro da África do Sul, antes havia etnias com dialetos diferentes.

Por isso, que havia uma minoria branca dominando a região, pois as tribos possuíam uma identidade própria e não tinham objetivos de se juntarem.

A figura do Nelson Mandela foi fundamental para englobar as tribos e construir a identidade do povo negro da África do Sul.  Não foi um líder local, mas mundial. Desejava que todo o mundo fosse livre da opressão.

Fez uma antropofagia cultural, não só copiou um modelo de pensamento de liberdade europeu e nem deixou de lado as culturas locais, tornando a luta pela liberdade autêntica e que serve de exemplo às gerações futuras. 

Inclusive para o Brasil.


***

Esqueci-me, mas Mandela não só se importou com as ideias, mas com os sentimentos. O homem é feito deles também. Lembrei-me, então, da citação do filme alemão Metrópoles( 1927) que diz: "O mediador entre a cabeça e as mãos deve ser o coração!"
Não adiantam usar só a razão, os sentimentos nos tornam mais humanos.