sábado, 19 de março de 2011



TECNOLOGIA E INTIMIDADE
Por esses dias estava pensando sobre este tema. Atualmente vivemos uma proliferação de surgimentos de novas tecnologias que integram os diferentes cantos do planeta.

Portanto, este fato influência o nosso comportamento em relação ao tempo. Antigamente, quando as máquinas de escrever eram pesadas e eram exclusivamente para os departamentos de empresas ou jornais, os horários para o lazer e o trabalho eram mais delimitados.

Com o passar do tempo, as máquinas ficaram mais leves, as pessoas começaram a comprar para utilizar em casa e assim ganhar mais tempo no trabalho. Com o computador, percebe-se o mesmo processo, porém muito mais intenso.

Cada vez mais os microcomputadores estão cada vez menores e a facilidade que usuário tem de usá-lo está cada vez mais, é ilimitado. A barreira do tempo e espaço se rompe.

Logo, existe uma intimidade simbiótica entre os indivíduos e estes objetos eletrônicos que estão a cada dia menores. Pode-se usá-los no banheiro, no trem, na rua e em qualquer outro lugar.

Apesar dos pontos positivos desta integração, existem problemas a serem observados como a falta de delimitar o tempo. Porque os horários certos para o trabalho e o lazer como antigamente, hoje em dia não são delimitados, havendo assim uma simbiose entre os dois espaços. Enfim, ao invés de ser livre, pode tornara-se prisioneiro das novas tecnologias.

Crônica escrita em 14/08/2010