sábado, 12 de março de 2011

SÓ TENHO A AGRADECER







Continuem a falar de mim e pode ser mal mesmo. Independente de elogios ou críticas, o resultado é o mesmo: a fama sempre bate à minha porta. Quando alguém me detona, fico muito feliz por ter mais uns segundinhos na mídia; por isso, podem destilar as palavras mais ofensivas, a cada uma delas, ganho uma entrevista num programa popular.


Quando soube que um ilustríssimo autor( com certeza terá seu espaço na Academia Brasileira de Letras) disse que não tenho espaço em suas novelas, devido à minha participação no filme pornô, percebi que a sorte sorria para mim e me aconchegava como uma mãe carinhosa; neste momento, choveram jornalistas para saber a minha opinião sobre o que ilustríssimo autor disse ao meu respeito. Aproveito para divulgar os meus projetos: o livro de contos e o filme de conteúdo adulto que estou a produzir (uma idéia muito original, os diálogos serão recitações de poemas de minha própria autoria). Todos querem falar comigo. Lógico, que tem uns chatinhos que me provocam, mas eu tiro de letra. O importante é que estou mostrando o meu talento. Se sou efêmero, não tem importância, mas sou reconhecido hoje e o importante é o hoje. E a roda da vida é assim mesmo, existe uma legião para me substituir. É só chamar.


Preciso ir; tenho uma reunião importante. Agora, gostaria de reafirmar o meu pedido:




Por favor!! Falem de mim sempre, me esculachem bastante e não economizem injúrias. Só tenho agradecer; sem vocês, talvez, não conseguiria nada.




Crônica escrita em 2009