sábado, 11 de fevereiro de 2012

AMADOR




Quando escrevo e filmo me torno amador. Viro criança outra vez e me imagino em outras realidades.


Tenho a liberdade de produzir o que quiser, sem me preocupar com retorno material. Paro de pensar e vivo a imaginação.


Sou amador louco, mas não mordo ninguém. Só quero produzir e exorcizar minhas ideias tresloucadas. Na internet, sou DUDU OLIVA O LINDO DE VEGA .


Em muitas ocasiões precisa-se se tornar outro para descansar da gente mesmo e dos problemas.

Isso não é fuga, é só um tempo para descansar e voltar disposto à batalha do cotidiano.