quarta-feira, 1 de julho de 2015

SOBRE A LEI DA MAIORIDADE PENAL


Imagem encontrada no google

Não quero ter ideias imutáveis, reivindico meu direito de errar e voltar atrás. Ouvi sobre a notícia da diminuição da maior idade penal e que ia ser votada, mas, fiquei perdido ao tentar entender o que está acontecendo. Não quero falar do Brasil, entretanto, o país é um caos para mim, tantas leis que não são aplicadas...

Sou a favor da redução penal para menores que cometem crimes hediondos e não os que cometeram crimes leves que podem ser reabilitados para retornarem à sociedade, através de intervenções do estado. Inclusive sou contra a diminuição da pena em casos de crimes bárbaros, como acontece com os maiores de idade.

 Na verdade, o requinte de crueldade me assusta e não é só reflexo da desigualdade social, vem da essência do indivíduo. Psicopatas existem em todas as classes sociais e não podem ser comparados a outros presos ou menores infratores.

Compreendo que a lei da maioridade penal é questionada, pois existe a maior probabilidade de só jovens-mestiços-pobres aumentarem ainda mais a população carcerária do país, que é uma das mais populosas do planeta. Também, não se pode esquecer a quantidade de jovens que morrem por causa da violência e, muitas vezes, nem são contabilizados na estatística, portanto uma geração de brasileiros é exterminada diariamente.

Realmente, isso ajuda a Segurança Pública do país? Têm tantos casos que bandidos continuam a exercer a criminalidade de dentro das cadeias...
Como resolver isto? Só vejo disputa de egos e a procura de ter hegemonia na política brasileira.


Sei lá, confesso minha ignorância, mas, acho que se deva fazer uma reforma geral e uma fiscalização mais eficaz para as leis serem cumpridas. Ajudar quem precisa a se recuperar de uma má escolha e NÃO deixar na rua psicopatas que são predadores da própria espécie( a gente).