terça-feira, 7 de outubro de 2014

Baile...



“Todos usamos mascaras e chega uma hora em que não podemos tira-las sem arrancar nossa própria pele.” André Berthiaume

Sempre ouço sobre a superexposição das pessoas nas redes sociais, mas não acho que haja um verdadeiro desnudamento, pelo contrário, na verdade acontece é que os indivíduos se ocultam cada vez mais, através de um turbilhão de selfies .

 Outro dia, li em algum lugar que o melhor esconderijo é o que esta à vista de todos. Veem-se diversos rostos sorridentes, corpos sarados e imagens de viagens bacanas, todavia, não se enxerga os abismos que cada um tem em sua existência.

De novo a brincadeira de pique esconde que, mesmo quando adultos, brincamos.

Além do baile de máscaras que sempre dançamos todos os dias inconscientemente.





***