sexta-feira, 14 de março de 2014

Anotações ou ideias para crônicas que nunca serão escritas...

Sou a favor da bolsa família como uma medida de urgência, porque os que precisam não podem esperar as mudanças estruturais, que o país necessita. Agora, o problema está na manipulação que existe no programa bolsa família como fraudes e, inclusive, transformar as pessoas beneficiadas em curral eleitoral. O ideal seria aliar as medidas de urgência e as estruturais como a Educação, Saúde e Moradia. O grande problema é que vivemos num labirinto de interesses dos poderosos que controlam nosso país.

*** 
Redução da idade penal... Estava conversando sobre isso com uma amiga e disse que concordava, mas que precisava ser muito bem discutido. Então, ela mencionou um fato que não havia pensado: " Bem, acho besteira. Porque aí, os traficantes cada vez mais recrutarão pessoas de dez a doze anos, que são muitas vezes mais manipuláveis e destemidas.". Realmente, tem lógica em seu argumento. A redução não acabará com a violência. Mas, acho que para crimes hediondos a redução da idade penal e até leis mais rígidas são fundamentais para o bem da sociedade. Um psicopata não pode ser beneficiado por redução de pena e no caso do menor facínora, não ser responsabilizado pelos seus atos  horrendos e ficar numa Instituição de Reabilitação de menores infratores. Eles sempre repetem o mesmo crime, basta olhar os noticiários da televisão.  Lógico, não se pode esquecer-se dos integrantes do crime organizado, sequestradores e políticos corruptos.  Caramba! Estou fazendo uma digressão... Foco, Eduardo!  Voltando ao assunto inicial, o que estou matutando é se a lei é aprovada, os menores de dezoito anos irão para os mesmos presídios que estão lotadíssimos? Ou ficarão numa prisão intermediária até ficarem mais velhos para encararem os outros presos? Pois é, são tantos questionamentos...

***

Sei que não estou falando nenhuma novidade, mas é curioso como projetamos nossas maldades e perversões nos animais como, por exemplo, a cobra, o lobo, a raposa e o escorpião. Eles matam para sobreviver, não por diversão. Agora, é evidente que existe a crueldade no ato de caçar, esse fato faz parte da natureza. Por isso, acho as fábulas com animais um pouco injusta. Transferimos nossa existência para eles, colocando significados interpretados do mundo humanizado e eles são muito mais que isso.