terça-feira, 8 de outubro de 2013

Por que olha para mim desse jeito?



Não sabe de nada! Quando se é menino como você, não faz esforço para ter as coisas. Todos se esmeram para ser feliz. Quando cresce, a história é outra.

Tem esse olhar de superioridade achando que me corrompi, não sabe a labuta de todos os dias. Nunca desisti dos meus sonhos, mas não posso viver somente deles. Extravaso minha criatividade através das histórias que escrevo.

Preciso trabalhar para sobreviver, menino arrogante! Ficou decepcionado em que se tornou? Dana-se, eu também não admiro o menino sonhador que fui. Estamos quites. Você acha que o tempo roubou sua juventude, mas, para mim, trouxe-me autoconhecimento.


Não adianta ficar com a cara emborrada. Apesar dos contratempos, estou mais satisfeito agora de quando eu era você!  Porque cada vez mais tenho a consciência da minha individualidade.