domingo, 20 de janeiro de 2013

O QUE É SER IGNORANTE?




Não conhecer ou pensar que conhece?

Estar mergulhado nas trevas ou na superfície das luzes?

Não sei, mas viver nas profundezas da ignorância é mais autêntico em relação a uma ilusória intelectualidade de almanaque. 

Às vezes, sinto-me uma farsa, por só conhecer o raso das coisas.  Tenho vergonha de me perceber uma fraude. Porém, viver na ignorância absoluta é o estado de não pensar em nada. Viver como animal.

Não quero isto. Mas, o que desejo? Sei lá. A única certeza que possuo, é estar bem em cima da fronteira.