sábado, 13 de agosto de 2011

ESVAZIAMENTO



“Fada foi ficando cheia, mas tão cheia, que sem querer saiu flutuando.”


Um dia, recebi de uma amiga um link do livro infantil A FADA INFLADA e fui conferir. Adorei porque é uma metáfora sobre o vazio e como devemos nos esvaziar por alguns instantes para poder seguir em frente. Vivemos num mundo que é um turbilhão que muitas vezes nos esmaga ou nos torna pesados demais. Precisamos de um tempo para reciclar. Repousar num espaço vazio.

Também, depois de ler o livro, comecei a pensar que uma boa literatura não há segmentos, mas sim uma essência universal que dialoga com os leitores, independente de época, idade, classe social e gêneros.

Curtam a leitura!