sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

CONFESSO



Eu queria ser super-herói.
Ter no meu armário uma passagem para um mundo encantado.
Deixar de ser eu um pouco e descansar no corpo de outra pessoa.
Um barco à deriva.
Ser mais inteligente.
Extirpar os sentimentos ruins.
Voar.
Mergulhar com as sereias.
Possuir o poder de tornar o mundo melhor.
E ter uma borracha enorme para apagar todas as mazelas.