domingo, 8 de novembro de 2015

Volver de Almodóvar e Violette




















Neste final de semana assisti a dois filmes que abordaram questão sobre a feminilidade e de como as mulheres sofrem com o machismo, ainda muito forte hoje em dia.

 A primeira história conta a vida de mulheres que lutam para sobrevier em um mundo latino e machista. Enquanto os homens vão embora a busca de bebedeiras e prazeres, as mulheres ficam com os filhos trabalhando como nunca para sustentar sua prole. Inclusive, o filme mostra como certas mulheres sofrem com a dependência sentimental e como elas se tornam submissas aos maridos. Entretanto, as personagens se livram desta dependência e continuam a travessia da vida, sozinhas. 

Já na segunda, a película nos canta a história de Violette uma mulher atormenta e desprezada por todas e que encontra através da escrita um jeito de expressar suas angústias e obsessões. Encontra a filósofa Simone de Beauvoir e, logo, surge entre as duas uma amizade que dura toda a vida, ao passo que Simone encoraja Violette a escrever mais, expondo as suas dúvidas e medos, abordando todos os detalhes da intimidade feminina. O filme é inspirado em fatos reais. Violette na vida real sofreu muitos preconceitos por ser fora dos padrões. 

 Pois é, ainda vivemos num mundo de muitos preconceitos, que educam homens a serem verdadeiros carrascos das mulheres. Enfim, quem sabe um dia esta mentalidade arcaica e vigente mude...