sábado, 17 de agosto de 2013

MOTOS



"O movimento seria impossível se não houvesse um vazio entre os corpos."  Lívia Garcia Roza

Não quero generalizar, há muitos motociclistas que respeito o trânsito.

Mas, de um tempo para cá, percebo um aumento incrível de motos e muitos motociclistas estão aloprando o trânsito. Avançam o sinal, nem querem saber se tem pedestre passando e fazem ultrapassagens proibidas e perigosas, podendo provocar acidentes que podem até ser fatais.

Então, penso quem são esses motociclistas que agem tão imprudentemente no trânsito? Muitas vezes, são motoboys ou “mototaxistas” quem correm contra o tempo. A gente também sempre está com pressa, exige rapidez na entrega de um remédio ou uma pizza ou precisa chegar a um lugar urgentemente.

Vivemos numa sociedade que exige agilidade, mas a consequência disso é a imprudência no trânsito que mata várias pessoas ao ano.
Muitos motociclistas não respeitam nada e ninguém. É grave o que está acontecendo. Por isso, em minha opinião de leigo, para ter uma habilitação para dirigir moto precisa ter o mesmo rigor que de um carro.

Estou com medo, antigamente só pensava nos carros, ônibus e caminhões, só que as motos estão se torando um perigo constante também.

Talvez, as pessoas consideram que as motos sejam menos agressivas que outros tipos de automóveis. Mas, são armas também se são mal utilizadas.  Falta uma conscientização sobre como é importante de valorizar a vida.