sábado, 8 de abril de 2017

Mais uma sessão de verborragia

 O feminismo foi um movimento de empoderamento muito importante para a história da humanidade. Pois, ao longo da História, muitas morreram e foram subjugadas pelo machismo. Este fato ninguém pode negar ou achar que é besteira.

Agora, todo movimento e ideologias há falhas, o ser humano é falho. É impossível usar o maniqueísmo e dizer todos os homens são maus e as mulheres vítimas. 

Há homens bons e outros ruins, o mesmo acontece com as mulheres. Sei de casos de mulheres que agridem e sacaneiam os homens que, muitas vezes, ficam calados para não passar vergonha e rotulados como fracos. Pois, o homem nunca pode se mostrar fraco e este peso não o liberta para refletir sobre seu papel no mundo.

Por outro lado, fisicamente, o homem é mais forte que a mulher e para ela ter mais segurança, além de ter seus direitos respeitados, deve-se aplicar leis e que as protejam. Daí, surge o princípio da isonomia, que significa igualdade “de todos perante a lei. Refere-se ao princípio da igualdade previsto no art. 5º, "caput", da Constituição Federal, segundo o qual todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza. Assim, de acordo com tal princípio, os méritos iguais devem ser tratados de modo igual, e as situações desiguais, desigualmente, já que não deve haver distinção de classe, grau ou poder econômico entre os homens.” http://www.direitonet.com.br/dicionario/exibir/888/Isonomia.

Nos tempos de curso preparatório aprendi que este princípio tem o mecanismo de tratar diferente “ as minorias” para que possa ter mais igualdade.

 Exemplos... Cotas para negros, índios e alunos de escola pública. Como eles competirão uma vaga nunca faculdade público com um "povo" que estuda nos colégios preparatórios mais caros do país? Leis que protegem a mulher como Lei Maria da Peña e até projetos de lei que tem como finalidade proteger os homossexuais e os transgêneros.

 Finalmente, o grande problema hoje em dia é que as pessoas discutem, mas, não pensam antes. Preferem as generalizações e frases de efeito para serem irreverentes. O bom senso tem que prevalecer para avaliar o caráter de uma pessoa, independente do sexo, cor e opção sexual. Porém, para se viver num mundo mais justo, precisa-se se por no lugar do outro e perceber que o princípio da isonomia é fundamental à sociedade.

 Nem precisa pesquisar profundamente, quantos casos de mulheres assassinadas pelos namorados, noivos e maridos. Não são fatos isolados, existem valores machistas nas entrelinhas.